14 de outubro de 2015

PROIBIDO PRA MIM



OOOLÁ LEITORES \o/

Tudo bem ??? 

A resenha de hoje é quente, proibida e afim de quebrar muitas barreiras.
 E tem entrevista com a 
Autora do livro também, vem conferir ;)




SINOPSE:

"Por sete anos, desde  a morte de seu marido, Téo, Norah Mendes se manteve fechada para a vida. Para ela bastava ser a fotógrafa competente, a mãe, a tia considerada e aceita entre a velha turma dos filhos: Cássio e Eliza. Alheia ao mundo a sua volta, jamais imaginaria que Caio Ressali, um dos rapazes que viu crescer, enxergasse a mulher. 

Incentivada a deixar o luto por sua assistente e amiga, Anita, Norah decide aprender a tocar violão. Ao saber da novidade, Caio a convence a aceitar sua instrução e logo nas primeiras aulas demonstra os sentimentos que por anos ocultou. A princípio Norah quis acreditar ser somente impressão, mas com tantos sinais, confirma o interesse impróprio. 

Era esperado que Norah encerrasse a loucura, mas como poderia se, ao ver em volta, sentiu seu coração e se descobriu atraída por um rapaz atencioso e tentador? 
Parecia impossível, mesmo que Caio fosse alguém proibido. 



OPINIÃO (CONTÉM SPOILER):

O livro é gostosíssimo para ler.
Soube da existência dele e da sinopse, no evento "Tardes Sensuais" realizado em SP, onde me interessei, entrei em contato e a obra não me decepcionou. 
O desenrolar me foi meio suspeito, achei que o final seria deduzível e clichê, mas BOOW, a escritora conseguiu casar cada detalhe e prender o leitor de início à fim. 
Cada personagem consegue despertar uma sensação diferente dentro de você, ri demais com as piadas da Assistente Anita, desejei que ela desse umas palmadas no Cássio e o Caio.... aaaaah o Caio, esse nem tem como não desejar um desses pra nossa vida, hahahaha. 
Se você quiser, consegue deixar sua pele tão empolada quanto a dele e no final gozar e torcer pela Norah. 
As partes picantes são rápidas, porém impactantes. Proibido Pra Mim, apresenta tabus de vários tipos, para refletir e apreciar.

Recomendo essa história deliciosa e apimentada! 
Vale cada paragrafo. 


CONHECENDO A ESCRITORA...

Parceira do blog, Halice FRS é o pseudônimo de Hermínia Paula F.R. Dos Santos. 
Autora e instrutora de artes plásticas, casada, nascida em Santos, atualmente reside em São Vicente. Divide seu tempo entre a escrita e a pintura. Seus primeiros romances foram apresentados em websites onde a interatividade com as leitoras a inspirou e levou além das redes sociais. Proibido Pra Mim é seu terceiro romance publicado.



ENTREVISTA


FC: Encontrou dificuldades para escrever?


HFRS: Nenhuma. Ao contrário, esse foi o livro mais rápido e fácil de escrever. Eu o fiz em três semanas, durante uma viagem à Bahia.

FC: E para publicar? O livro informa que a publicação foi independente. Chegou a conversar com alguma editora? 


HFRS: Com PROIBIDO eu quis experimentar fazer por conta própria então não ofereci a nenhuma editora. E essa vontade veio justamente por não ser fácil conseguir publicação junto a uma editora. Meses depois eu consegui para outra história, Guarde-me Para Sempre, que saiu pela Ler Editorial. Quem sabe um dia eu procure uma casa para o Caio... ;)

FC: Quanto a capa do livro e os diversos marcadores que são referência a história, como foi elaborada? 


HFRS: A capa frontal, para o e-book, foi elaborada pela Naty. Depois, quando foi preciso de uma capa completa, a Jéssica da Magic capas avivou as cores e cresceu com sua arte. Os marcadores foi ela quem bolou. E eu amei!

FC: Conforme fui lendo, achei que o final era previsível, e surpresa, não foi. Enfim, como surgiu a história do Caio? Como foi o desenrolar do enredo? 


HFRS: Caio nasceu enquanto eu estava indo para a Bahia, de carro com meu marido, ouvindo as músicas que o personagem curte. Tínhamos acabado de passar por Sapucaia ( que eu considero uma cidade fofa), então se tornou onde ele nasceu. E antes de tudo isso, debatemos se há amor ou apenas interesse entre pessoas de idades discrepantes. Como eu acredito que haja, imaginei uma história que mostrasse isso. Acho que consegui. Sobre o final não ser previsível, tento sempre surpreender. 

FC: Algum detalhe do livro foi vivenciado por você? 


HFRS: Para Norah emprestei o violão que eu ganhei do meu pai aos 13 anos. 

FC: Sofreu algum preconceito por escrever um romance erótico? 


HFRS: Apesar de em todas as minhas histórias ter cenas quentes, não as considero romances eróticos, pois sexo não é o foco, somente consequência das relações amorosas. Acredito que justamente por isso nunca sofri qualquer tipo de preconceito. 

FC: Quais suas inspirações?  


HFRS: Tudo e nada. Acho complicado explicar, porque acaba sendo uma soma de fatores. Mas sempre há o “estopim”. Caio nasceu de uma polêmica, Ethan de minha 
insatisfação com outro vampiro, Keeron de um pingente... e por aí vai.

FC: Quais as dicas que você deixa para quem deseja adentrar neste ramo tanto da escrita erótica como nas publicações e divulgações?

HFRS: Acredito não ser a melhor pessoa para falar de eróticos, mas posso dizer que ela deve focar na história, nas pesquisas que dão uma boa base para os personagens. Sexo deve ser consequência, não a base porque no fim, todas procuram uma boa história e se não encontram, acabam fazendo “leitura dinâmica”. Isso vale para as publicações. Quanto à divulgação, é necessária sempre, mas sem ser invasiva. Nada de postar sobre a sua história e marcar todos do seu perfil. E nunca, nunca implore para que leiam. Quem se interessar vai ler e se gostar, vai indicar às amigas. E o boca a boca, para quem não pode pagar por divulgação profissional, é a melhor propaganda que tem.

Siga a escritora nas Redes Sociais, e fique por dentro de todas as novidades e entre em contato para adquirir suas obras.

FANPAGE          INSTAGRAM     





RENDA-SE AO AMOR. SEMPRE É TEMPO DE VIVER UMA NOVA AVENTURA. 

Nenhum comentário: