23 de setembro de 2015

CIDADES DE PAPEL


Ola Leitores amados, tudo bem?

Nosso querido John Green esta por aqui novamente, em mais uma postagem.
Desta vez sobre o livro e filme Cidades de Papel.


Poster Oficial - Imagem da Internet

Assista ao trailer legendado abaixo:


video


SINOPSE:

Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnifica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido um outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. Ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.



Imagem Autoral

OPINIÃO (CONTÉM SPOILER):


John Green arrasando mais uma vez. 
A história, vem cheia de moral, um toque leve de suspense e muitas partes engraçadas.
Demorei um pouco para finalizar a leitura, mas a história merece sim atenção. 
Infelizmente é meio difícil não comparar com ACEDE, mas a obra possui todas as características que envolvem o leitor. 

Já na filmagem, Senhor, ficou bem diferente, chega a decepcionar!

Analisando que o autor esteve presente nas filmagens, escolheu cada um dos atores, os cortes que feitos para a adaptação são surreais. 

Dica: não assista dublado. 
(não tenho nada contra dublagens, não creio que a opção "só vejo legendado" mude alguma coisa ou diga algo sobre alguém, pelo contrário, o melhor jeito que leve o telespectador a compreensão é o que deve ser avaliado, porém, a dublagem do filme esta extremamente infantil).


Foto Autoral


Nat Wolff (Quentin) e Cara Delevingne (Margo) encaixam-se bem nas características dos personagens. Wolff, já estava cotado para o filme desde que interpretou Isaac, melhor amigo de Gus em A Culpa é das Estrelas
Agora, os melhores amigos de Q, Ben e Radar... só complementam a decepção. Os atores se encaixam com a questão da idade e de estarem no ensino médio, okay. Mas não encaixam no perfil dos protagonistas. 

Radar, Quentin e Ben - Imagem da Internet


O livro é encantador, recomendo a leitura, o querido Tio John sempre terá um espaço neste blog. Assistam ao filme, como complemento e é claro para a avaliação de cada um. 



7 comentários:

Hey Anny! disse...

OMG! Estou louca pra assistir esse filme, creio que deve ser muito bom!
Bjs :**
http://hey-anny.blogspot.com.br/

Erick Sant Ana disse...

Você vai querer me bater agora KK Mas gostei bem mais do filme do que livro, acho que as mudanças só melhoraram a historia, mesmo por que não vejo muita graça em ir ao cinema assistir um filme que já sei o que vai acontecer kk. Também achei que os amigos do Q roubaram demais a cena, já que o Q é um personagem chato pra caramba, mas mesmo assim achei que a interação entre os três foi muito boa, parecia realmente que os atores eram amigos a anos. O filme no geral me lembrou bastante os clássicos do John Hughes e eu gostei bem mais do que de ACEDE

Abraços
http://www.desconstruindooverbo.com.br/

Kauane Karoline disse...

hahahahahahaha, boa Erick, na verdade, sou aquele tipo de fã que curte uma boa apresentação, e vou com a esperança da tal fidelidade.

Eu amei ACEDE, rs. Realmente os meninos parecem que já se conheciam, mas podiam ser maiores, rs.
O filme é bom, mas achei o livro mais enriquecedor.

beijão :D

Kauane Karoline disse...

Assiste sim Anny, e depois volta aqui pra dizer o que achou.
beijão!

Thaís Lourenzzo Blog disse...

Esse filme é lindo! Chorei horrores kkkk Beijos amei seu blog!

Like I Do disse...

Quero ler!!!! Não assisti o filme mas John Green é demais né?!

Carol Viana disse...

eu assisti e me emocionei de verdade, irei comprar o livro sem duvidas.